terça-feira, 10 de julho de 2012

Alimentaçao da chinchila


Alimentação:
O que uma chinchila come?
A chinchila deve ter uma alimentação balanceada e comer sempre no mesmo horário. O comedouro deve ficar sempre em uma altura que evite que a chinchila defeque sobre a comida, mas se isso não for possível, limpe o comedouro com frequência para que não acumule fezes que se misturam com a comida. A água deve estar à disposição da chinchila o tempo todo, ser fresca e limpa, preferencialmente mineral ou filtrada/fervida. Na natureza as chinchilas se alimentam de plantas secas, capins e sementes, ou seja, basicamente de fibras não digeríveis. As chinchilas não devem ser superalimentadas. Superalimentação causa problemas gastro-intestinais. Os tipos de alimentos que uma chinchila pode comer são somente os seguintes:
Dieta Básica:
Ração peletizada: 20 a 30g diárias por chinchila adulta (a medida é calculada da seguinte forma: de 3 a 6 gr de ração por 100g de peso vivo), fornecida preferencialmente no período noturno, horário em que os animais estão mais ativos - embora possa ser dividido em duas porções. Para medir esta quantidade de ração (para uma chinchila adulta), você pode utilizar uma daquelas embalagens cilíndricas, pretas, de filme fotográfico.
Alfafa: solta (em ramos) ou em blocos (cubos), sempre livres de tratamentos químicos e de mofo. (alfafa em cubos é importante pois auxilia no desgaste dos dentes). Deve ser armazenada em ambiente limpo e seco. Dar um bloco ou um maço pequeno de alfafa em ramos, alternando os dias (dia sim - dia não).
Suplemento alimentar: Este suplemento alimentar pode ser encontrado pronto em alguns pet shops ou diretamente do produtor. Fornecer o suplemento de 2 a 3 vezes por semana, alternando com a alfafa. A quantidade é de 10 a 15 grs. - meio "potinho de filme".
Complementos:
(todos os itens abaixo devem ser fornecidos à chinchila comABSOLUTA moderação, para não causar problemas gastro-intestinais - e devem ser alternados. A medida ideal diária é de aproximadamente uma colher de chá).
  • Uva passa: uma a duas unidades por dia.
  • Maçã sem casca (por causa de agrotóxicos): um ou dois pedacinhos pequenos, duas vezes por semana. Se você comprar a maçã orgânica, livre de herbicidas, poderá dar com a casca. Para evitar gastrites, você pode colocar a maçã em água fervente por 10 segundos e esfriar antes de dar à chinchila. Maçã desidratada também é uma ótima opção e as chinchilas adoram, mas não pode conter açúcar.
  • Outras frutas: pêra, mamão desidratado, banana.
  • Pedacinhos de Legumes e Verduras:
    - abobrinha e chuchu (cozidos, com uma pitada de sal)
    - cenoura fresca sem casca, (se possível sem agrotóxicos ou conservantes (orgânicos)) - uma a duas vezes por semana, dois a três pedacinhos pequenos.
    - Chinchilas também gostam muito de chicória, mas como sempre, evite excessos e dê quaisquer destes itens em pequenas quantidades.
  • Sementes de Girassol: este é um item polêmico. Alguns dizem que não há problemas em oferecer sementes de girassol às chinchilas, outros dizem que não é recomendável, porque contêm muita gordura. De fato é bastante gorduroso, não recomendamos que seja dado às chinchilas, no entanto, se você realmente quiser oferecer este item a ela, observe os limites e as porções, que devem ser extremamente moderados para evitar diarréias e problemas hepáticos: 1 colher de chá, 1 vez a cada 15 dias - tome cuidado com produtos a granel, não compre produtos com sal.
Chinchilas não devem comer:
  • · Alimentos tipicamente fornecidos a coelhos e hamsters, como milho, alface, etc.
  • Pães, bolachas, biscoitos, leite, queijos, sucrilhos e outros cereais matinais.
  • Acúcar
  • Suco de laranja.
  • Amendoins, nozes e amêndoas, exceto quando prescritos por veterinários, para suprir alguma carência específica de nutrientes.
Na dúvida, alimente sua chinchila com os itens listados como permitidos.
As chinchilas não devem ser superalimentados pois acarretará problemas intestinais com muita frequência. Então, coloque sempre a quantidade certa de comida para cada dia. Assim como a superalimentação, a falta da mesma ou alimentação inadequada (ração / alfafa / suplemento), poderá ocasionar problemas de desnutrição, desenvolvimento inadequado dos filhotes, problemas de lactação, etc. Oferecer petiscos em excesso vai fazer com que a chinchila deixe de comer os itens necessários.
Fêmeas que estiverem amamentando deverão receber uma quantidade um pouco maior de comida. Deve-se considerar que a partir de 6 a 10 dias após o nascimento os filhotes também começam a comer ração.
Fique atento para que a ração nunca esteja úmida ou com mal aspecto. Ração, alfafa e suplemento alimentar nunca podem ficar mais de 120 dias estocados. Você pode deixar o suplemento na geladeira diminuindo as chances de que azede.
Verifique periodicamente os bebedouros automáticos para ter certeza de que as chinchilas não estão sem água fresca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário